Guia de Precificação de Carbono: o que o setor empresarial precisa saber

No dia 16 de novembro de 2016, foi lançado o estudo “ Precificação de Carbono : O que o setor empresarial precisa saber para se posicionar”, elaborado pela WayCarbon para o CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável), em parceria com o CDP e a coalizão We Mean Business. O lançamento foi feito em Marraquexe, no Marrocos, em evento paralelo à COP 22 – a Conferência das Partes da Convenção do Clima.

precificação de carbono

O lançamento do estudo coincide com um momento de grande impulso da precificação de carbono como estratégia de mitigação das mudanças climáticas. Atualmente, 40 países e 24 jurisdições subnacionais – entre cidades, estados e regiões – já tributam o carbono ou operam sistemas de comércio de emissões, números que deverão ser ampliados com as perspectivas abertas pelo Acordo de Paris. No Brasil, as discussões em torno do desenho e implementação de um instrumento de precificação de carbono deverão alcançar novo patamar nos próximos anos.
.
O objetivo do estudo é apresentar ao setor empresarial brasileiro as informações necessárias para acompanhar as atuais discussões sobre precificação de carbono e para avaliar como o tema pode ser inserido em sua estratégia corporativa. Além de discutir aspectos sobre o funcionamento desses instrumentos, o estudo discute os benefícios e potenciais impactos da precificação sobre a competitividade dos setores regulados. Direciona, enfim, recomendações para o posicionamento das empresas brasileiras frente a um tema de incontestável relevância.

Uma das 60 ações mundiais pela Precificação de Carbono

No dia 20 de abril de 2017, a Carbon Pricing Leadership Coalition (CPLC), iniciativa do Banco Mundial, realizou o segundo High Level Assembly Meeting, em Washington, Estados Unidos.  Ao longo do evento, a CPLC lançou o relatório Carbon Pricing Leadership Report.

A publicação da WayCarbon e CEBDS foi reconhecida pela CPLC como uma das mais de 60 ações que vêm sendo empreendidas por governos, empresas e instituições em todo o mundo em prol da adoção da precificação de carbono como forma de viabilizar as metas adotadas no Acordo de Paris.

Na ocasião, Kim Yong Kim, presidente do Banco Mundial, afirmou: “Espero que, ao compartilhar essas histórias de sucesso, possamos inspirar outras pessoas a descobrir suas próprias soluções e a movimentar-se com a velocidade e escala necessárias para, finalmente, lidarmos com as mudanças climáticas”.

O download do estudo “Precificação de Carbono: O que o setor empresarial precisa saber para se posicionar” pode ser feito pelo site do CEBDS: www.bit.ly/2gqEXYY
 .
Você pode encontrar esses e outros conteúdos gratuitos em nosso repositório: www.blog.waycarbon.com/conteudos

Comentários

comentários

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail
rss