Primeiro Comitê Científico de Pesquisa e Inovação em Finanças verdes: uma parceria entre o FCDO - UK e a WayCarbon.

Primeiro Comitê Científico de Pesquisa e Inovação em Finanças verdes: uma parceria entre o FCDO – UK e a WayCarbon.

Governo Britânico e WayCarbon reúnem especialistas para potencializar investimentos em infraestruturas sustentáveis

O mercado de finanças sustentáveis chegou, ainda em 2020, a um marco histórico de U$D 1 tri em emissões globais acumuladas de títulos, segundo a Climate Bonds Initiative. Desde o início desse mercado, a partir da emissão do European Investment Bank (EIB) em 2007, instrumentos verdes foram emitidos em 67 países e diversas instituições supranacionais. Em 2020, foram emitidos mais de USD 222.8 bi, apesar e por conta dos impactos da COVID-19. 

As emissões de títulos verdes no Brasil somam mais de R$10 bi, além de emissões brasileiras em mercados internacionais, que somam USD 5 bi.

Nesse cenário de crescente relevância dos instrumentos verdes, o Brasil se apresenta como um mercado de grande potencial para investimentos sustentáveisespecialmente aqueles com foco em infraestrutura. Este é o foco do Green Finance Programme do Prosperity Fund, um projeto do Ministério das Relações Exteriores e de Desenvolvimento (FCDO) do governo britânico que, com parceria junto à WayCarbon para coordenar o Research and Innovation Committeereceberá contribuições de alguns dos maiores especialistas do país sobre os tema-chave para o sucesso da iniciativa. 

Prosperity Fund Brazil 

Prosperity Fund é um portfólio de programas financiados com recursos do governo do Reino Unido, focados na promoção de crescimento econômico inclusivo e na redução da pobreza. Pensado com direto alinhamento ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável (ODS) 17, “Parcerias e meios de implementação”, o portfólio brasileiro se concentra em oito linhas temáticas, incluindo finanças verdes. 

Assim, o Green Finance Programme do FCDO atua no Brasil para catalisar a disponibilização de recursos do setor financeiro para investimentos em infraestrutura verde, apoiando a jornada brasileira rumo a uma economia de baixo carbono, promovendo a igualdade de gênero, e considerando as especificidades de um cenário econômico afetado pela pandemia da COVID-19.

Este debate é particularmente importante em 2021, quando o Reino Unido sediará a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP26) em novembro, em Glasgow. A mobilização de compromissos financeiros dos setores público e privado será central nas negociações rumo à COP26 e para tirar o Acordo de Paris do papel.  

O Research and Innovation Committee 

Para maximizar o impacto do Green Finance Programme, foi composto um comitê de especialistas em finanças sustentáveis, infraestrutura, mudança do clima, gênero e desenvolvimento social, que têm, coletivamente, o papel de oferecer contribuições técnicas sobre os produtos gerados pelo programa, desde seus materiais de concepção e estratégia, até as propostas de outputs e outcomes (produtos e resultados) e definição de mecanismos a serem utilizados. 

A parceria entre a WayCarbon e FCDO permite que os seis especialistas do Research and Innovation Committee do Brazil Green Finance Programme (RIC – BGFP) forneçam insumos de base científica para pautar o processo de tomada de decisão ao longo do programa, fomentando a inovação e oferecendo uma perspectiva crítica sobre as metodologias e expectativas estabelecidas pelo programa. O RIC-BGFP é composto por: 

  • Annelise Vendramini, especialista em finanças sustentáveis e Coordenadora do Programa de Pesquisa Finanças Sustentáveis no FGVces, da Fundação Getúlio Vargas. 
  • Carlos Nobre, destacado professor e cientista da mudança do clima, com vasta experiência na pesquisa de impactos da mudança do clima sobre a AmazôniaColabora com diversas instituições nacionais e internacionais de pesquisa. 
  • Clarisse Simonek, atua há mais de 10 anos no mercado de investimentos responsáveis e em grandes universidades. É também co-autora do currículo da certificação ESG da CFA. 
  • Felipe Bittencourt, especialista em Mudança do Clima, Energias Renováveis e Mercados de Carbono, atua em projetos de consultoria para grandes empresas nacionais e internacionais há mais de 14 anos. 
  • Marisa Cesar, especialista em Gênero e Desenvolvimento Social, Saneamento e Energia. Atua em grandes empresas, assim como ONGs e instituições do Terceiro Setor. 
  • Viviane Torinelli, especialista em finanças sustentáveis, e co-fundadora da BRASFI, Aliança Brasileira de Pesquisa em Finanças e Investimentos Sustentáveis. 

Em março, o RIC-BFGP realizará um webinar, em parceria junto à BRASFIAliança Brasileira de Pesquisa para Finanças e Investimentos Sustentáveispermitindo um debate entre os especialistas do Comitê e membros do Consulado Geral Britânico do Rio de Janeiroassim como a divulgação de aprendizados sobre o Brazil Green Finance Programme. Continue nos acompanhando para mais informações! 

Compartilhe esse conteúdo

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.