Corrida para resiliência: WayCarbon na Semana do Clima da América Latina e Caribe

Corrida para resiliência: WayCarbon na Semana do Clima da América Latina e Caribe

Na última sexta-feira (14), a WayCarbon participou da Semana do Clima da América Latina e Caribe (Latin America and the Caribbean Climate Week 2021), uma conferência do clima voltada para países latino-americanos. Como evento importante organizado pela Organização das Nações Unidas, a participação na LACCW é uma das formas de se levar discussões relevantes regionais para conferências gerais da ONU, como a COP26. Em virtude da pandemia, a LACCW foi realizada de forma online e focou em três temas: ações nacionais e abordagens em toda a economia, estratégias integradas para um desenvolvimento resiliente ao clima e como aproveitar as oportunidades de transformação.

De maneira geral, as principais ambições do evento estão voltadas para reunir atores diversos dos setores público e privado em torno do objetivo comum de enfrentar as mudanças do clima. No atual contexto, isso também inclui reconstruir e, ao mesmo tempo, enfrentar as desigualdades sociais, investindo em um desenvolvimento econômico que seja benéfico para a natureza e os seres humanos.

Na ocasião, a WayCarbon foi coorganizadora de uma sessão temática, no contexto da Race to Resilience (corrida para resiliência, em inglês), que teve como foco a discussão sobre o financiamento da adaptação climática em zonas costeiras. Para a realização da sessão, contamos com o apoio e parceria da Global Resilience Partnership, organização que trabalha com resiliência e desenvolvimento sustentável.

Por meio dessas sessões temáticas, diversas discussões são levantadas visando medir a força das ações climáticas da região, explorando temas relevantes como desafios e oportunidades do clima e buscando soluções inovadoras e ambiciosas.

Com o objetivo de discutir ações e dados sobre financiamento da resiliência em zonas costeiras, o evento buscou:

  • Destacar mecanismos inovadores de financiamento de ações de resiliência climática e produtos pioneiros do mercado de seguros que podem viabilizar ações de adaptação à mudança do clima em países costeiros;
  • Identificar os principais desafios na avaliação de riscos climáticos nas comunidades costeiras da América Latina e Caribe e métodos utilizados para superar esses desafios;
  • Mostrar estudos de caso práticos e planos de ação climática de cidades e compromissos para manter e expandir o capital natural costeiro.

Por meio da participação de Henrique Pereira, Diretor de Consultoria da WayCarbon, e de Daniele Guarieiro, Gerente de Resiliência da Prefeitura de Salvador, foram apresentadas as principais conclusões e pontos chave de experiências com projetos de análise de risco e adaptação realizados em cidades brasileiras, como Rio de Janeiro e Salvador. Também participaram do evento organizações internacionais, como The Nature Conservancy, RARE e The Ocean Risk and Resilience Action Alliance, ORRAA, uma colaboração multissetorial de organizações do Sul Global para promover a resiliência das comunidades mais vulneráveis aos riscos oceânicos.

Dentro desse contexto de rápida mudança, a participação na LACCW é de extrema importância para a discussão de temas relacionados à resiliência e adaptação, que, em nível mundial e local, deverão ser cada vez mais abordados. Com os principais esforços de financiamento climático voltados para as áreas de mitigação e compensação de emissões, a análise de risco e o desenvolvimento de ações de resiliência surgem como uma grande tendência para futuros estudos e trabalhos na área da sustentabilidade. As discussões acerca do tema se tornam, portanto, essenciais para que possamos, coletivamente, avançar nessa agenda.

Além disso, é fundamental aproveitar as oportunidades de conexão com organizações internacionais que seguem fazendo trabalhos relevantes a nível global e que, para enriquecerem as suas ações, precisam de relatos e informações locais. Dessa maneira, a participação da WayCarbon buscou levar uma perspectiva prática dos principais desafios e oportunidades, de forma a serem, eventualmente, incorporados em estudos e nos principais objetivos dessas instituições globais, contribuindo assim para a importante corrida para a resiliência.

Assista o evento na íntegra:

Compartilhe esse conteúdo

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.