Tecnologia: vantagem para a gestão de indicadores de sustentabilidade

Tecnologia: vantagem competitiva para a gestão de indicadores de sustentabilidade

gestão de indicadores de sustentabilidade

Vivemos num mundo em rápida transformação, em que o fator ambiental é cada vez mais relevante na concepção e no gerenciamento de projetos. Diante dos riscos associados à mudança do clima, ao consumo acelerado de recursos naturais e à poluição gerados pelas atividades econômicas, uma gestão de indicadores de sustentabilidade eficiente pelas organizações é decisiva para a geração de valor.

Os indicadores de sustentabilidade são um importante instrumento para análise de desempenho de empresas. Por isso, seja por demanda de investidores, de governos ou da população, a confiabilidade e a velocidade na disponibilização de informações é essencial. Dessa maneira, métodos tradicionais de gestão de dados precisam ser revistos, de forma a buscar alternativas mais eficientes para o gerenciamento de indicadores. E, para isso, temos uma grande aliada: a tecnologia.

A ineficiência da gestão de indicadores de sustentabilidade convencional

Profissionais de sustentabilidade comumente lidam com diversas dificuldades. Devido ao caráter multidisciplinar do tema, colaboradores de diversos departamentos de uma organização podem ter atribuições que permeiam questões socioambientais.

A primeira dificuldade na gestão de indicadores de sustentabilidade é a coleta de informações. Para isso, planilhas ainda são o principal instrumento utilizado por empresas. Nesse ponto começam os problemas:

  • Falta de controle das atividades desempenhadas pela equipe;
  • Conflitos entre diferentes versões de planilhas e sobreposição de tarefas.
  • Grandes esforços para conferência de informações;
  • Gasto de tempo extra;
  • Atrasos no cronograma de projetos.
indicadores de sustentabilidade

Gestão de indicadores via Excel: uma prática em desuso

Além da coleta dos dados, outro grande desafio é a sua análise para a geração de resultados eficientes. Devido à grande quantidade de informações agrupadas, relacioná-las de forma que façam sentido para a elaboração de relatórios não é tarefa simples. Por isso, é comum que se gaste bastante tempo nessa etapa, restando pouco tempo para a avaliação efetiva dos resultados e proposição de melhorias de desempenho.

A vantagem tecnológica

Em meio aos contratempos associados às tradicionais formas de manipulação de dados, novas possibilidades surgem. Com a tecnologia da informação, softwares vêm sendo desenvolvidos na área de sustentabilidade. A partir desses, é possível fazer a alocação de responsáveis pela coleta de dados em uma única plataforma, isso, por sua vez, dá ao gestor uma visão panorâmica de todo o trabalho que vem sendo feito ao longo da linha do tempo do projeto.

Por meio de funções de análise de dados oferecidas pelos softwares, o desempenho da empresa pode ser verificado pelo analista a qualquer momento, e não apenas ao fim do período de acompanhamento, geralmente de um ano.

Assim, o uso da tecnologia traz mais agilidade e segurança ao analista para a elaboração de relatórios ambientais. Em meio a inúmeras obrigações legais e compromissos voluntários a serem cumpridos, a eficiência no uso do tempo é uma das principais bases de sucesso para uma organização. O uso de softwares também elimina erros de cálculo frequentemente comuns na manipulação de planilhas, gerando resultados mais confiáveis. Dessa forma, reduz-se os custos de processo e também o risco organizacional da gestão de dados, o que traz vantagens competitivas para as empresas.

Resumindo, a utilização de softwares promove:

  • Visão panorâmica de todo o trabalho que vem sendo feito ao longo da linha do tempo de um projeto;
  • Acompanhamento do desempenho da empresa a qualquer momento, e não apenas ao fim do ano (ou período padrão definido pela organização);
  • Agilidade e segurança para a elaboração de relatórios ambientais;
  • Fim dos erros de cálculo próprios da manipulação de planilhas, gerando resultados mais confiáveis;
  • Vantagens competitivas para as empresas.

Climas: a nossa experiência com um software de gestão de indicadores de sustentabilidade

gestão de indicadores de sustentabilidadeDesenvolvido pela WayCarbon, o Climas é um software de gestão estratégica para diversos indicadores de sustentabilidade. Com seus vários módulos, é uma plataforma que facilita a gestão de indicadores solicitados pelos principais programas de reporte no meio empresarial, tais como: GHG Protocol, Global Reporting Initiative (GRI) e Carbon Disclosure Project (CDP). Por meio de uma interface amigável, o software facilita a divisão de responsabilidades entre os diferentes colaboradores das empresas. A partir dos dados disponibilizados, o Climas também gera gráficos que facilitam a avaliação da performance da empresa para os diversos indicadores, trazendo insights para uma eficiente análise de resultados. Assim, o uso do Climas permite que menos tempo seja gasto com a gestão de dados, dando aos colaboradores mais tempo para atuar na gestão estratégica da sustentabilidade do projeto.

O Grupo Invepar, que atua no segmento de infraestrutura em transportes, conta com o Climas desde 2014 para gerenciamento de suas emissões de gases de efeito estufa (GEE). Com uma gestão mais eficiente de dados, em 2015, um ano após o início da utilização do programa, foi possível verificar a redução das emissões em relação ao ano anterior por 8 empresas controladas pelo Grupo. A Invepar relatou um “salto qualitativo na padronização e acesso aos dados” das controladas. O software se mostrou uma forma segura e eficiente para gestão das emissões de GEE das concessionárias do Grupo, que têm perfis diversos e estão situadas em diferentes localidades.

Veja aqui o nosso case INVEPAR: o gerenciamento de emissões de GEE dentro de um negócio complexo e diverso.

Em janeiro de 2018, o Climas foi reconhecido pelo CDP como uma solução que otimiza a coleta e a gestão de dados para o Programa, que por sua vez é a principal iniciativa do setor financeiro em relação à mitigação das mudanças climáticas em todo o mundo.

Confira em: CLIMAS® se torna solução acreditada pelo CDP para reporte ao programa.

Licentia: a solução que leva o licenciamento ambiental direto ao ponto

gestão de indicadores de sustentabilidadeO licenciamento ambiental é um dos grandes responsáveis por gastos financeiros e de tempo em grandes empreendimentos. Em alguns casos, a grande demora para obtenção de licenças pode até levar à inviabilidade dos projetos. E foi diante desse cenário que o Licentia, uma spin-off da WayCarbon, foi criado.

O software disponibiliza estudos ambientais cujo acesso é público de forma interativa, sendo uma base de dados confiável. Assim, empreendedores podem aproveitar informações já existentes e poupar custos. O Licentia também funciona como uma plataforma de gestão de licenças, facilitando a comunicação entre os colaboradores e o controle de suas responsabilidades pelo gestor do projeto. Dessa forma, com o acesso a informações necessárias para tomada de decisão e a análises eficientes de indicadores, o usuário do Licentia pode elaborar estudos de impacto ambiental de maior qualidade e com maior rapidez, tornando o processo de licenciamento mais eficaz.

E a sua empresa?

É notável que o uso da tecnologia para gerenciamento de indicadores de sustentabilidade vem para ficar! Diante de constantes mudanças e responsabilidades cada vez maiores no meio empresarial, softwares que agilizam o processamento de informações são essenciais para uma gestão de projetos eficiente. Ao gastar menos tempo com a manipulação de dados, profissionais podem se dedicar mais à análise crítica de indicadores, de forma a propor melhorias de desempenho na gestão da sustentabilidade.

A sua empresa já está pensando nisso? Já faz uso de softwares para otimizar processos? Divida conosco nos comentários! Estamos à disposição para bater um papo e trocar experiências sobre este assunto!

Compartilhe esse conteúdo

Tags

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.